top of page

O que é Desenvolvimento Pessoal

Antes de falarmos sobre o desenvolvimento precisamos saber a origem da palavra que vem do latim volvere que significa girar/rolar e que mais tarde deu origem a involvere: fazer girar. Acrescentando o prefixo des, resume-se em: desobstruir para fazer girar. Fazer aparecer, permitir a saída de algo impedido.


Desenvolver pessoas é muito mais do que treiná-las sobre aspectos técnicos ou operacionais relacionados ao trabalho. É proporcionar um crescimento e/ou evolução pessoal combinada com a capacitação profissional.

É um processo de potencialização de habilidades e competências para conquistar objetivos e criar condições para uma vida bem-sucedida em todas as suas instâncias, podendo ter diversos sentidos como: Desenvolver qualidades e habilidades específicas, melhorar performance no trabalho, avançar na carreira, alcançar seu potencial total como pessoa etc.

O desenvolvimento pessoal é um processo de aprendizagem contínuo que leva ao seu objetivo.

Aproximadamente entre 1841 a 1950 surgiram as formas de Administração, entre elas a Teoria Mecanicista ou Clássica com Fayol, Taylor, Henry Ford (Fordismo) e o Toyotismo, focada muito na produção, tarefa e processos. Daí que surgiu os métodos PDCA, melhoria contínua etc.

Após 1928, depois da Grande Depressão ou Crise Mundial, surge a Teoria Humanista ou das Relações Humanas, onde Elton Mayo, verificou que as pessoas, além da técnica mecânica, tinha também as suas necessidades humanas, surgindo também Abraham Maslow com o seu estudo da Hierarquia das Necessidades Humanas.

Para Maslow, o desenvolvimento pessoal está na camada do topo. O topo da Pirâmide de Maslow representa a autorrealização, por meio da qual é possível alcançar uma felicidade plena. E, para chegar lá, é necessário preencher as lacunas e necessidades mais básicas. Isso significa que, para atingir a autorrealização, o indivíduo, colaborador ou gestor, precisa estar em um ambiente que lhe proporcione desenvolvimento pessoal e dos seus talentos.

Pirâmide de Hierarquia das Necessidades de Maslow

Benefícios


Cresce de forma sustentável e se destaca no mercado obtendo lucros satisfatórios e/ou resultados positivos, uma organização que se preocupa com o desenvolvimento de pessoas.

A professora de Administração de Empresas da Harvard Business School, Cynthia A. Montgomery , comprova a afirmação acima por meio de uma pesquisa que evidencia que para superar uma empresa que tem como base o investimento em:​

  • Preço: seriam necessários 2 meses;

  • Publicidade e Propaganda: seriam necessários 12 meses;

  • Pessoas: seriam necessários 7 anos.


Veja quais são as vantagens competitivas das empresas que investem no desenvolvimento pessoal dos colaboradores:


  • A satisfação dos funcionários melhora o clima organizacional da empresa;

  • Baixa rotatividade da equipe;

  • Alta produtividade;

  • Atração e retenção de talentos;

  • Fortalecimento da marca do mercado;

  • Sustentabilidade da empresa;

  • Maior valor agregado ao cliente - aumento da credibilidade junto a clientes;

  • Maior valor de mercado;

  • Potencial de crescimento evidente;

  • Redução de custos com o Pessoal;

  • Etc.


Plano de desenvolvimento individual (PDI)


O processo de como fazer um plano de desenvolvimento individual começa com uma análise da situação atual do colaborador, para isso é preciso:

  • identificar o seu perfil do profissional;

  • analisar seus pontos fracos e suas forças, e avaliar formas de sanar as primeiras e de potencializar as segundas.

O PDI permite identificar, por exemplo, traços específicos como a capacidade de exercer liderança. Reconhecer características como essa é extremamente interessante para a empresa e para o próprio colaborador, já que ele pode ser direcionado para setores ou funções que melhor se adaptam ao seu perfil.


Desenvolvimento de funcionários


Desenvolvimento de funcionários se trata de um planejamento organizacional composto por um conjunto de estratégias para desenvolver novas habilidades e competências na equipe.


O mercado atual se mostra com um cenário bastante competitivo. Diariamente as empresas buscam alternativas para estar à frente uma das outras na atração de talentos e na busca pelos melhores resultados. E para atingir esse objetivo, é preciso reconhecer que a mina de ouro de sua empresa são seus próprios colaboradores.


Portanto, investir no desenvolvimento de funcionários é a chave para o sucesso.

Empresas que investem na capacitação de seus profissionais, além de mantê-los mais engajados e satisfeitos, conseguem diminuir a taxa de turnover e consequentemente aumentar seu valor de mercado.


Sendo assim, quais as melhores formas de investir no desenvolvimento de funcionários e como fazer? Confira algumas dicas para montar o planejamento perfeito para capacitar sua equipe e potencializar o rendimento de cada profissional.


O que é plano de desenvolvimento de funcionários


O plano de desenvolvimento de funcionários consiste em um conjunto de ações criado pelas empresas para capacitar os colaboradores. Com essa estratégia a empresa espera desenvolver novas habilidades e competências nos seus profissionais.


Esse tipo de planejamento é o que mais atrai as novas gerações. Atualmente a maioria dos profissionais enxerga seu próprio crescimento na empresa como algo maior do que simplesmente o alto salário e os benefícios oferecidos.


Por esse motivo, o plano de desenvolvimento de funcionários se tornou uma grande ferramenta na atração de talentos e na diminuição das taxas de turnover.


Tipos de desenvolvimento


Toda empresa tem a disposição um grande leque de opções para o desenvolvimento de funcionários.


Neste artigo falaremos de quatro ações que podem ajudar sua empresa a dar o primeiro passo para esse tipo de planejamento de capacitação.


1. Criar programas de bem-estar financeiro


Quem não quer ter a capacidade de planejar seu futuro financeiro e saber como controlar seu dinheiro? Todo mundo quer. E, no cenário das empresas, identificar essa necessidade pode contribuir com alternativas para atender a um desejo dos colaboradores.


Algumas empresas, como forma de atrair talentos e melhorar a satisfação dos funcionários, vem oferecendo programas voltados para a saúde financeira.

Neles os empregados recebem dicas sobre como investir e gerenciar o próprio dinheiro.


E essa ideia de desenvolvimento de funcionários não atrai apenas a geração jovem que quer poupar para alcançar o sucesso financeiro, mas também a geração mais velha que está próximo da aposentadoria e quer saber como controlar seu dinheiro para viver bem.


E, para construir um plano de ação de desenvolvimento de funcionários neste sentido, é preciso conhecer as necessidades da sua equipe. Personalizando assim, capacitações conforme a necessidade e o perfil dos colaboradores.


2. Oferecer formações profissionais


Sem dúvida oferecer formações para que os colaboradores desenvolvam suas habilidades dentro da empresa é uma excelente forma de mantê-los engajados com a empresa.


E não só isso, um plano de carreira pode contribuir para que se atraia talentos no mercado. E nesse cenário, empresas que oferecem cursos, bolsas de estudo, formações online e eventos para capacitar seus colaboradores e estão sempre à frente das outras.


E mesmo que seu orçamento não seja dos maiores, é possível optar por formações online, que hoje tem um valor bastante reduzido. Ou então, planejar essas oportunidades de desenvolvimento de funcionários mensalmente, trimestralmente.


Assim você não gasta uma fortuna e mantém toda equipe satisfeita e se sentindo importante para o negócio. Capacitar um profissional traz benefícios tanto a empresa, que terá uma equipe mais qualificada, como aos próprios colaboradores, no sentido de crescimento profissional.


3. Preparar um bom ambiente na empresa


Funcionários felizes têm uma produtividade maior e consequentemente estarão mais engajados com os objetivos da empresa. Mas esse cenário de satisfação está intimamente ligado ao ambiente de trabalho em que a equipe está. Atualmente o bem-estar próprio aliado a saúde é o grande desejo dos profissionais.


Empresas que pagam bem, mas que possuem um ambiente completamente infernal, tanto de cobranças como de mau relacionamento entre os colaboradores, têm perdido espaço.


Portanto, o desenvolvimento de funcionários passa também pela reorganização do seu ambiente de trabalho. Corrigindo falhas que de alguma forma deixem o ambiente pesado e improdutivo.


Mas como saber como está o meu ambiente? Aplique pesquisas de clima organizacional para saber o que seus profissionais acham da relação com seus gestores e com a sua equipe. Pois assim, é possível medir sua satisfação em relação ao que a empresa lhe oferece.


Crie também alguns benefícios para aliviar o estresse como espaço para café, lanches, ginástica laboral. Além de poder inovar com aulas de ioga, massagem, sala de jogos, espaço para leitura e etc.


4. Desenvolver o trabalho em equipe


Se o ambiente tem total influência sobre cada um dos seus profissionais, o trabalho em equipe vem logo em seguida. É impossível criar ações de desenvolvimento de funcionários se eles não sabem trabalhar em equipe. A cada dia que passa no mercado, as exigências são maiores.

“Eu sou parte de uma equipe. Então, quando venço, não sou eu apenas quem vence. De certa forma termino o trabalho de um grupo enorme de pessoas!” Ayrton Senna

Como diz o ditado “não se faz um omelete sem ovos” e nas empresas não se constroem resultados sem um trabalho em equipe. Sendo assim, melhorar a sua cultura de equipe é essencial para que os planos de desenvolvimento de funcionários obtenham o sucesso desejado.


Entretanto, promover um ambiente onde os colaboradores convivem harmoniosamente não é tarefa fácil e exige bastante dedicação por parte dos gestores. Eles precisam conhecer cada membro da equipe para saber o que os influencia positivamente e negativamente.

Planejar ações como almoços e jantares em grupo, formações em conjunto e etc., podem ajudar nesse desafio. Uma cultura de equipe ajuda a colocar todos na mesma direção, para alcançar o mesmo objetivo.


O desenvolvimento de funcionários e os desafios


Montar um plano de desenvolvimento de funcionários não é tarefa fácil e exige dedicação e atenção por parte do departamento pessoal e dos gestores da equipe. É necessário que a empresa conheça seus profissionais a fundo para saber quais suas necessidades e ter a noção exata do seu capital e a possibilidade de investimento.


Além disso, se colocado em prática, um plano de desenvolvimento de funcionários precisa ser acompanhado de perto para que se mensure os resultados dele. Se bem planejado e executado, sem dúvida ele trará inúmeros benefícios a empresa.


O desenvolvimento de funcionários não só tem a capacidade de atrair novos talentos, mas também de manter motivado o seu time. Potencializando assim as habilidades e competências da sua mão de obra para atingir os resultados desejados.


A RHEIS Consulting possui processos bem estruturados para o desenvolvimento pessoal dos colaboradores e gestores para alcance de objetivos e resultados. Consulte-nos.

 

Sugestões de Livros:


Posts recentes

Ver tudo
bottom of page