top of page

O que é Clima Organizacional

O conceito de clima organizacional consiste em um indicador de satisfação dos colaboradores e membros  gerais de uma empresa, em relação a diferentes aspectos que compõem a sua cultura organizacional, principalmente, as que afetam diretamente a qualidade do seu ambiente de trabalho.


Esse termo vem ganhando cada vez mais visibilidade dentro de empresas, que buscam entender como o conceito de clima organizacional e o ambiente de trabalho pode afetar significativamente o desempenho dos colaboradores.

Determinar o que é clima organizacional não é uma tarefa tão simples, pois se trata de algo subjetivo. Cada empresa possui um clima organizacional diferente, que é percebido de formas distintas por cada colaborador. Isso porque possuem:


  • ambientes diferentes;

  • perspectivas distintas;

  • aspirações e

  • expectativas individuais.


Por isso, ferramentas como pesquisas de clima organizacional são aplicadas para fazer um levantamento e identificar as principais características que definem essa atmosfera.

Acompanhe, no post a seguir, o conceito de clima organizacional e entenda como um clima coerente ao planejamento estratégico e cultura da empresa, pode contemplar essas variáveis organizacionais e transformar a satisfação e o rendimento dos colaboradores.


Qual é o conceito de clima organizacional?


Clima organizacional é a percepção coletiva da organização, que afeta a qualidade do ambiente de trabalho, e, consequentemente, a satisfação e rendimento dos colaboradores. Por meio de experiências diversas, o empregado cria uma impressão que pode favorecer ou não o clima do ambiente compartilhado. Entre essas variáveis estão:


  • políticas de RH da empresa;

  • relacionamentos interpessoais;

  • estruturas;

  • sistemas;

  • processos;

  • valores da empresa.

Leia também: O que é Fit Cultural

Como a organização é composta por pessoas com interesses diversos, modos de vida particular, posturas pessoais e profissionais diferentes, é improvável que todos eles tenham as mesmas interpretações e opiniões sobre o conceito de clima organizacional. Por isso, trabalhar sua aplicação é tão importante para:



O que é gestão de clima organizacional?


A gestão de clima organizacional é uma ferramenta estratégica que tem como objetivo medir o grau de motivação e satisfação dos funcionários. E essa relação agradável no ambiente de trabalho independe do tamanho da sua empresa.


Seja uma microempresa ou uma multinacional, aquela que descobre o caminho para manter seus funcionários felizes e motivados se destaca no mercado. Isso porque sabem exatamente o que é gestão de clima organizacional.


Trabalhando sempre para manter a equipe engajada com os objetivos da empresa. Sendo assim, empresas que de fato perseguem o segredo sobre o que é gestão de clima organizacional conseguem atrair e reter os principais talentos.


Principais problemas da falta de gestão de clima organizacional


Você sabe quais os problemas mais comuns que impactam negativamente o seu clima organizacional? Abaixo destacamos alguns deles para você entender melhor sobre o que é gestão de clima organizacional e suas consequências.


1. Insatisfação profissional


O principal erro na gestão de clima organizacional é deixar sua equipe viver o tempo todo insatisfeita. Isso porque nessa realidade os gestores não estão preocupados com a opinião dos colaboradores.


Eles se acham sempre os donos da verdade e por isso ignoram os sinais que a própria equipe lhe dá. E esse é um erro grave já que o grande valor da sua empresa está aplicado nos seus funcionários.


Sendo assim, quando o profissional não tem uma boa visão sobre a empresa, ele se sente desvalorizado, desmotivado e insatisfeito. Criando uma barreira para que atue constantemente em alto rendimento.


2. Diminuição da produtividade


Se o ambiente da empresa não é propício na execução das tarefas, consequentemente a produtividade cai muito. De uma forma geral várias questões podem influenciar na produtividade, como estrutura, formas de cobrança, relação com os gestores, salário e etc.


Entretanto, se a empresa consegue manter uma comunicação alinhada e os trabalhadores motivados, qualquer problema fica mais fácil de ser superado na base da conversa. Se um colaborador está engajado, sua produtividade aumenta e ele está sempre disposto a debater seus medos e anseios com o gestor para evoluir cada dia mais.


Portanto, ter a visão sobre o que é a gestão de clima organizacional no seu dia a dia tem um papel fundamental para impactar na produtividade da equipe.


3. Falta de comprometimento


A insatisfação não só diminui a produtividade como influencia no comprometimento da equipe. Se a empresa não sabe o que é gestão de clima organizacional e mantém um ambiente ruim, o ditado de que o profissional “veste a camisa” da empresa fica na teoria.


Se a empresa não preza por um clima organizacional sadio o comprometimento do colaborador com o trabalho é apenas para cumprir tabela. Em outras palavras, ele faz tudo apenas por obrigação e não está devidamente engajado com os objetivos da empresa.


4. Aumento do turnover


E com funcionários insatisfeitos se torna praticamente impossível mantê-los na empresa. Aumentando, dessa forma, a temida taxa de turnover¹. E todos sabem que quanto maior a taxa de turnover menores as chances da empresa alcançar resultados satisfatórios.


Empresas que trocam de funcionário a todo o momento perdem dinheiro constantemente com inúmeros processos de admissão e demissão. Além disso, ficam com a imagem manchada no mercado.


Se um colaborador sabe que o clima organizacional da empresa não é bom ele pensará duas vezes antes de aceitar o emprego. Sendo assim, reconhecer o que é gestão de clima organizacional se torna essencial para conter as inúmeras saídas de funcionários.


Como fazer uma boa gestão de clima organizacional?


Sabendo o que é gestão de clima organizacional e os principais problemas da má gestão, vamos ao passo a passo para que sua empresa alcance o sucesso organizacional.


1. Valorize sua equipe


O foco da gestão de clima organizacional é o colaborador. Sendo assim, a valorização profissional é essencial para mantê-los comprometidos e engajados com os objetivos da empresa. Profissionais que percebem a sua importância e se sentem reconhecidos aumentam a produtividade e de fato vestem a camisa pela empresa.


Os líderes que reconhecem o que é gestão de clima organizacional sabem como identificar as necessidades da equipe. E assim, conseguem com maior facilidade desenvolver estratégias que aumentem a satisfação dos empregados.


Seja oferecendo benefícios, readequando os funcionários nas funções corretas ou até possibilitando a inscrição em cursos e formações profissionais.


2. Melhore o ambiente de trabalho


O ambiente da empresa é tudo. Toda empresa possui pessoas com diferentes perfis e objetivos pessoais e profissionais, então, opiniões distintas são uma realidade. Entretanto, manter uma relação saudável, colocando todos em direção ao mesmo objetivo, é um dos principais desafios dos gestores que tem como missão reconhecer os impactos sobre a gestão de clima organizacional.


Um ambiente hostil possui uma alta taxa de turnover e principalmente mantém as portas fechadas para bons resultados. Porém, empresas que mantém um alto índice de confiança entre funcionários e gestores aumentam a produtividade e fluidez da equipe.


3. Capacite seus profissionais


Uma boa gestão de clima organizacional passa necessariamente por uma capacitação adequada dos seus profissionais. Se os colaboradores desenvolvem sua carreira constantemente dentro da empresa a autoestima permanece elevada diariamente.


E isso influencia diretamente nos resultados, já que sua empresa terá profissionais mais capacitados e com novos conhecimentos para executar suas tarefas. Saber o que é gestão de clima organizacional, portanto, não só ajuda a engajar mais os profissionais, mas traz resultados extremamente positivos para a empresa.


4. Ofereça feedbacks constantes


Uma gestão de clima organizacional adequada passa necessariamente por feedbacks contínuos. Gestores que estão a todo momento avaliando o desempenho da equipe, e, principalmente expondo sua opinião com ética, tendem a criar um laço de confiança com a equipe.


E quando se fala de feedback, não estamos falando de imposição de autoritarismo sobre o trabalho, mas sim de uma abertura de diálogo franco e justo entre gestor e colaborador.


É necessário que o gestor, muito mais do que simplesmente falar, saiba ouvir o que o seu funcionário tem a dizer sobre a empresa em todos os sentidos. Isso faz parte do caminho do conhecimento sobre o que é gestão de clima organizacional.


O que o motiva? O que o desmotiva? Essa conversa precisa ser verdadeira e respeitosa, para que todos os feedbacks tragam de alguma forma algo positivo para o crescimento tanto do gestor como do subordinado.


5. Mantenha uma boa estrutura de trabalho


Todo profissional precisa do mínimo de estrutura para conseguir executar seu trabalho com qualidade. Imagina um cenário onde a empresa exige muito, mas não oferece o mínimo de condições para as tarefas.


A chance de um profissional se desmotivar é muito fácil nessa realidade. Uma vez que esse profissional sabe da sua capacidade, mas é barrado por condições precárias que o impedem de contribuir efetivamente com os objetivos da empresa e com seu crescimento.


Por isso, a estrutura de trabalho é ponto fundamental no caminho de descobrimento sobre o que é gestão de clima organizacional de fato. Empresas que investem em estrutura potencializam as habilidades e os talentos dos seus colaboradores.


E tem até mais facilidade de serem vistas como modelo de inovação e modernidade por sua equipe e por futuros talentos disponíveis no mercado.


6. Invista hoje no seu capital humano


O mercado vem se tornando cada vez mais competitivo. Empresas que hoje mensuram seus pontos fortes e pontos fracos tem mais chances de se destacar na busca por resultados.


Isso porque essa análise lhes possibilita a criar estratégias que foquem principalmente em seu capital humano. E nesse universo empresarial saber o que é gestão de clima organizacional se tornou praticamente uma obrigação. Quem investe na satisfação dos seus funcionários consegue aumentar a produtividade e consequentemente atrai e retém mais talentos no mercado.


Criar um ambiente adequado onde todos são valorizados é o grande segredo para descobrir o verdadeiro significado sobre o que é gestão de clima organizacional. Como dizia Mario Sergio Cortella:

“Reconhecimento é a principal forma de estímulo que alguém pode ter”.

Exemplos de clima organizacional


Empresas como o Google e o Facebook são exemplos de clima organizacional. Seguindo suas respectivas culturas, as empresas criaram:

  • ambientes mais agradáveis;

  • ofereceram espaços alternativos de descanso e lazer;

  • disponibilizaram horários flexível de trabalho;

  • disponibilizaram autonomia e mais liberdade.


Obviamente a solução não é tão simples. Não basta colorir o ambiente e comprar um playstation para relaxar. A dinâmica do clima organizacional é bem mais complexa e precisa estar alinhada aos componentes da cultura organizacional.


Atualmente, as empresas que não estão trabalhando o conceito de clima organizacional já amargam desvantagens competitivas, e, em longo prazo, a sustentabilidade da empresa pode ser comprometida.


Como definir o clima organizacional e montar uma Pesquisa de Clima?


Definir o que é clima organizacional e avalia-lo é buscar conhecer quais são os sentimentos, anseios e pensamentos dos funcionários sobre a empresa. A ferramenta mais usada e confiável para tal tarefa é a Pesquisa de Clima Organizacional.


O que é pesquisa de clima organizacional?


Trata-se de uma ferramenta valiosa para a gestão de clima organizacional, pois permite:

fazer uma análise interna e externa da organização; medir o estado de satisfação dos colaboradores; analisar em quais condições o rendimento influenciará a produtividade final.


Conhecendo tais características, a pesquisa é capaz de traçar com inteligência ações que visem o máximo contentamento da força de trabalho da empresa, oferecendo condições de melhoria contínua dos resultados.


1. Objetivo da pesquisa de clima organizacional


Sem dúvidas, o objetivo máximo da pesquisa de clima organizacional é estreitar relações com o colaborador. Desta forma, proporcionar de forma assertiva oportunidades de desenvolvimento ou reparações que levem a um ambiente de trabalho adequado e saudável.


2. Análise da pesquisa de clima organizacional


Uma pesquisa de clima avalia, dentre outros:


  • se a empresa é vista como um local bom para trabalhar na opinião dos funcionários;

  • quais são os fatores que levam os colaboradores a se sentirem motivados ou desmotivados;

  • se existe sentimento de pertencimento e partilhamento de objetivos comuns;

  • a opinião dos colaboradores sobre práticas de gestão de pessoas na empresa;

  • a existência ou não da prática correta de delegação de tarefas pelos gestores;

  • se todos conhecem e compartilham a missão, visão e valores da empresa;

  • se os gestores são capacitados para as suas funções;

  • se há equilíbrio entre vida pessoal e profissional;

  • como ocorrem os relacionamentos dentro da empresa;

  • como está a comunicação interna da empresa.


3. O que a pesquisa de clima organizacional evita?


Uma pesquisa de clima bem aplicada pode identificar uma série de reações adversas, consequentes de um clima organizacional ruim, como:


  • perda de talentos;

  • aumento do turnover;

  • queda no engajamento e, consequentemente, da produtividade;

  • alto índice de desperdício de materiais;

  • queda na frequência ao trabalho e aumento de atrasos;

  • queda da criatividade e, consequentemente, de soluções inovadoras;

  • aumento de fofocas e mal-entendimentos.


Com esse conhecimento em mãos o RH é capaz de prevenir que essas reações aconteçam e prejudiquem a organização como um todo. Vale ressaltar a importância de contar com uma equipe de departamento pessoal e RH capacitados para realizar uma pesquisa de alto padrão, qualidade e assertividade.


Quais os benefícios de aplicar o conceito de clima organizacional?


O conceito de clima organizacional, quando bem aplicado, gera grandes benefícios para qualquer tipo de empresa, pois existe a valorização da sua força de trabalho, promovendo reconhecimento e satisfação em via dupla.

Um funcionário feliz vende uma imagem de qualidade da empresa, busca soluções inovadoras para os processos de gestão, oferece motivação para gerar mais resultados. Consequentemente, a qualidade de vida no trabalho é otimizada, levando a uma melhora significativa na produtividade final da organização.


Benefícios de um clima organizacional saudável


Confira alguns dos principais pontos de melhora por aplicar o conceito de clima organizacional com êxito:


1. Comunicação


A comunicação é o pilar do relacionamento, por isso é o principal agente transformador do clima organizacional. Com uma comunicação interna limpa, objetiva e saudável, as ações corporativas são realizadas de maneira mais rápida e compreensível.


2. Feedback


Um clima organizacional saudável valoriza a força de trabalho da empresa, por isso os feedbacks são essenciais. Quanto mais o líder participar dos processos, for transparente, conhecer de perto sua equipe e motivá-los a excelência, mais o funcionário desenvolverá o sentimento de:


  • pertencimento;

  • respeito;

  • confiança.


Além disso, ele se sentirá respeitado pelo gestor, reconhecido e, consequentemente, oferecerá motivações para melhorar cada vez mais.


3. Redução de absenteísmo


O absenteísmo² é um dos maiores custos na área de Pessoal das empresas. Quando a empresa entender o que é clima organizacional e atinge uma estrutura saudável, a diminuição de faltas e atrasos do colaborador é uma certeza. Por isso, é inegável que a produtividade aumente por consequência.


Ter uma equipe feliz é sinônimo de resultados otimizados. Investir nas pessoas é o segredo para potencializar os ganhos e a competitividade da organização. Como vimos ao longo deste post, o conceito de clima organizacional é uma aplicação essencial para promover resultados lucrativos. O intuito é melhorar a qualidade do ambiente de trabalho para que os funcionários estejam cada vez mais felizes e comprometidos a atingirem a missão (objetivo) e a visão (meta) da organização.

A satisfação dos colaboradores que estão posicionados nos cargos certos forma uma boa reputação para a empresa, que consegue atrair mais talentos para sua equipe.

Graças às mídias sociais, as pessoas podem divulgar para uma audiência mais ampla como é trabalhar em seus empregos. Quando elas estão felizes e comentam como é bom trabalhar em determinada empresa, isso a marca como um lugar excelente para trabalhar. Esta é a melhor propaganda que se pode ter.


Um trabalho de branding é caro e demorado, mas a reputação de uma organização pode ser influenciada por um sistema de adequação à função e isso pode ser feito em menos de um ano.

É assim que se constrói uma cultura de alta performance. Quando estão alinhadas a suas funções, as pessoas sentem-se felizes no trabalho, conseguem desempenhar melhor e tendem a permanecer, transformando sua experiência no setor, seus conhecimentos e relacionamentos em ativos que tornam a empresa mais competitiva.


Antes de encerrarmos, é importante que o departamento de Recursos Humanos tenha tempo para se concentrar na análise e identificação de problemas com seus funcionários. Para isso é importante que algumas tarefas do setor sejam otimizadas com a ajuda da tecnologia.


A RHEIS Consulting dentre várias soluções, possui diagnóstico organizacional da sua empresa com tecnologia. Consulte-nos.


 

¹É a porcentagem de substituições de antigos funcionários por novos, em um determinado período de tempo. Isso revela a capacidade da empresa em reter os colaboradores e em ser atrativa para eles e para os consumidores.


²É o ato de se abster de alguma atividade ou função. Refere-se a pessoas que habitualmente não comparecem e deixam de realizar suas obrigações em determinada situação. No trabalho, o absenteísmo consiste na falta de um funcionário ao trabalho. Ou seja, indica os atrasos e faltas frequentes dos empregados seja justificada ou não. Quando isso se torna frequente, a empresa precisa ficar alerta, pois isso é sinal de que algo não vai bem com seu time ou com a própria organização.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page