top of page

O que é Fit Cultural

O termo fit, que em bom português poderia ser traduzido como “encaixe” ou "ajuste", tem a ver com a forma como o candidato a determinado cargo se encaixa ou não na cultura organizacional de uma empresa.

O fit cultural é a medida da sintonia entre profissional e empresa — e um dos critérios decisivos no recrutamento e seleção. É um conceito de RH que representa a probabilidade de um profissional se adaptar aos valores, princípios e comportamentos de uma empresa.

Esse conceito ganhou importância devido à valorização crescente da cultura nas empresas, que hoje é reconhecida como um diferencial competitivo essencial — o próprio DNA dos negócios.

Para saber se o candidato se "encaixa" na cultural organizacional, é necessário antes que a empresa tenha um culture code, - código de cultura organizacional que esteja de forma clara e objetiva as principais diretrizes da organização, que por exemplo pode ser representadas por frases, do tipo: "Juntos somos mais fortes: acreditamos que a união faz a força e que o sucesso material é consequência de um time coeso e bem preparado."


Benefícios


Os benefícios são vários, como redução do turnover, economia em processos de seleção, equipe mais coesa, clima organizacional mais saudável etc. Para isso, além de uma boa entrevista, é necessário profissionais com certa experiência e um excelente assessment para avaliar os comportamentos, motivadores e competências do candidato para a vaga. Nisso é verificado se o candidato está alinhado com a missão, visão, valores e demais diretrizes e estratégias que a empresa possui.


Segue alguns dentre vários benefícios:


1. Redução do turnover


De acordo com o relatório Retaining Talent, publicado em 2015 pela SHRM, o turnover causado pelos problemas de fit cultural custa entre 50% e 60% do salário anual do profissional.


Isso significa que as empresas têm prejuízo com profissionais que não se adaptam à sua cultura e acabam se desligando precocemente. Logo, o fit cultural é uma forma de prevenção contra o aumento do turnover — a temida rotatividade. 


2. Agilidade no onboarding 


Ao contratar um candidato que se enquadra perfeitamente na cultura da empresa, é claro que o processo de integração será muito mais rápido e eficiente.


Por isso, o fit cultural também serve para agilizar o onboarding, reduzindo o tempo necessário para que o recém-contratado se adapte ao ambiente e comece a produzir.

Consequentemente, o novo talento atinge rapidamente seu desempenho máximo.


3. Aumento do engajamento


O profissional que se identifica com os valores da empresa e se sente confortável no ambiente de trabalho é muito mais propenso ao engajamento.


Assim, o fit cultural garante que os novos talentos cheguem motivados e contribuam com o clima organizacional, aumentando os níveis de satisfação e motivação entre os colaboradores. 


4. Visão de longo prazo


A contratação com base em fit cultural contribui com uma visão de longo prazo na empresa, isso porque os novos colaboradores estarão totalmente alinhados à missão, visão e valores, compartilhando dos mesmos horizontes estratégicos da organização. Como resultado, a equipe estará muito mais focada nos objetivos de longo prazo do negócio — a fórmula para crescer e prosperar


A Cultura Organizacional


Resumidamente, é o conjunto de práticas, normas e valores estabelecidos nos processos de trabalho da empresa. Ela pode ser percebida na forma como a organização conduz seus negócios, em como trata seus clientes e parceiros ou no grau de hierarquia existente nas operações, entre outros fatores. Por exemplo, uma empresa de cosméticos que adota a política de não fazer testes em animais inclui essa prática em sua cultura organizacional.


O que não é Fit Cultural

  • Um corpo de colaboradores formado por perfis iguais - alinhamento de perfil com a empresa, não quer dizer que todos os perfis devem ser iguais, mas a diversidade dos perfis devem estar de acordo com o fit cultural da organização. Contratar pessoas que pensam, agem e vivem da mesma forma torna o ambiente de trabalho muito menos rico e prejudica o fator da diversidade.

  • Descartar valores pessoais com os quais você não concorda. Isso pode dar base para o chamado viés inconsciente, um conjunto de estereótipos que mantemos sobre diferentes grupos de pessoas.


Como criar um cultura melhor?

  • Examine os principais atributos da organização: Veja e analise características atuais da empresa, como o tipo de liderança e tomada de decisões;

  • Defina quais são os valores que a sua empresa quer alcançar e que elementos podem ser desenvolvidos;

  • Mapeie e identifique os gaps;

  • Registre a cultura organizacional: missão, visão, valores, estratégias, tradições, crenças compartilhadas etc;

  • Implemente e reforce os valores organizacionais: Para tornar realidade as mudanças, você depende do comportamento dos membros da organização: liderança, colaboradores etc.

No Brasil, cerca de 75% das empresas tem dificuldades para contratação. Diante desse cenário, a RHEIS Consulting, vem se destacando no auxílio a pessoas e empresas com soluções inteligentes e ágeis no desenvolvimento pessoal e organizacional. Contate-nos.




Posts recentes

Ver tudo
Quero Ensino Logomarca PNG.png

Cursos EAD reconhecidos pelo MEC com 50% OFF.

 
bottom of page