top of page

Ferramenta Gestão do Tempo

A administração ou gestão do tempo no trabalho é um diferencial na otimização das tarefas da empresa e é responsável pelo bom desempenho profissional e a alta produtividade.


Processos burocráticos estão mais automatizados e os profissionais de RH passaram a ter mais liberdade para planejar. Sendo assim, podem focar seus planos no engajamento dos colaboradores. Trabalhando bem mais focado nos objetivos com base no plano de negócios.


E, para conseguir lidar com tantas tarefas é essencial que o setor de RH esteja atento a administração ou gestão do tempo no trabalho. Quanto mais as tarefas são organizadas e planejadas, maiores são as chances de conquistar resultados satisfatórios.


Porém, não é tarefa fácil se manter atento, sem dispersões. Em um cenário onde tudo pode fazer com que você perca tempo. Desde uma parada para responder uma mensagem de celular, até para criar tarefas para toda equipe.


O que é gestão do tempo?


Para entender de fato o que é gestão do tempo, podemos apresentar uma definição simples: é a gestão de tarefas que tornam os esforços de cada pessoa cada vez mais eficazes, com a ideia central de fazer o melhor trabalho em menos tempo.


Pergunte a si mesmo: qual atividade é mais importante e quanto tempo deve ser alocado para ela? Se não tem essa resposta clara, então precisa começar a fazer agora a gestão do tempo.


Saber qual trabalho deve ser feito mais cedo e o que pode ser feito um pouco mais tarde é o primeiro passo para trabalhar bem essa ferramenta. A gestão do tempo não tem um conceito difícil de entender, mas pode se mostrar bem mais difícil de fazer na prática.


Ela requer que cada um invista seus esforços para priorizar e se organizar. Mas, uma vez iniciada, você descobrirá que com pequenos ajustes o seu dia passa a ser mais organizado, otimizando o tempo para tudo o que precisa fazer.


Qual a importância da gestão do tempo?


Peter Drucker, o pensador que é conhecido como o pai da administração moderna, tem uma frase sobre o que é gestão do tempo que a retrata bem a sua importância:

“O tempo é o recurso mais escasso e, a menos que seja gerenciado, nada mais pode ser gerenciado.”

Isso significa que a gestão do tempo deve ser sempre o primeiro passo para conseguir realizar tudo que nos propomos a fazer para alcançar nossos objetivos. Por isso ela se torna uma importante estratégia empresarial que precisa ser aplicada nas organizações.


Quais as vantagens de se fazer uma boa gestão do tempo?


Sabemos que qualquer mudança nos nossos hábitos nunca é uma tarefa fácil, mas planejar e gerir o tempo agrega uma série de benefícios, impactando na saúde, relacionamentos, produtividade e outros pontos da vida e da carreira. Pensando nisso, selecionamos algumas das principais vantagens de fazer uma gestão do tempo adequada:


  • Diminuição do estresse: Construir e seguir um cronograma de tarefas faz com que você se sinta menos estressado e reduz a ansiedade.

  • Mais tempo livre: Pessoas que gerenciam efetivamente seu tempo conseguem ter mais tempo para gastar em hobbies ou outras atividades pessoais.

  • Maior produtividade e eficiência: Gerir bem o tempo leva a mais oportunidades e menos tempo desperdiçado em atividades triviais.

  • Uma melhor reputação profissional: A gestão do tempo é uma qualidade fundamental para profissionais de sucesso e, portanto, é valorizada pelos empregadores. A capacidade de priorizar e agendar tarefas é extremamente desejável para qualquer organização.

  • Capacidade de realizar objetivos: a gestão inteligente do tempo permite atingir metas e objetivos pessoais ou profissionais em um período de tempo mais curto.


Administração do tempo no trabalho: você é quem manda


Todos os dias têm 24 horas, então é impossível aumentar esse período para executar alguma tarefa. A questão é: como você aproveita esse tempo que tem a disposição? A administração do tempo no trabalho depende exclusivamente de você.


Seja com desperdícios, falta de organização, distrações e etc. Por isso, alguns passos podem lhe ajudar na administração do tempo no trabalho:


  1. Planeje o seu dia;

  2. Evite distrações;

  3. Automatize os processos;

  4. Peça ajuda se for necessário;

  5. Contemple períodos de descanso.


1. Planeje o seu dia


Planejar o dia a dia e o que será executado por ordem de prioridade é o primeiro passo para uma boa administração do tempo no trabalho. Mas é impossível pensar em planejamento se não houver organização.


Coloque suas tarefas em uma agenda física ou virtual, destacando o tempo que será gasto em cada item. Visualizar o que você precisa fazer pode criar uma percepção maior das atividades e automaticamente gerar um senso de responsabilidade sobre o que precisa ser executado.


Definir os prazos de cada tarefa e as ações necessárias para executá-las é fundamental na administração do tempo no trabalho.


2. Mantenha a organização


Organização é tudo. Comece com um pequeno gesto de arrumar sua mesa e os objetos de trabalho necessários para você executar sua função e isso terá um impacto completamente positivo na sua administração do tempo no trabalho.


Principalmente profissionais de RH que trabalham com notas, holerites, documentações e etc. Imaginem o caos se o profissional não souber onde está nada e tudo estiver uma bagunça e misturado.


Sem dúvida isso fará com que ele perca tempo todos os dias. Horas que poderiam ser dedicadas a estratégia, planejamento e execução de atividades são jogadas no lixo. Assim, tarefas que demandam urgência, como encontrar um documento, por exemplo, podem ser facilitadas se você tiver tudo organizado e em mãos.


Muitas empresas adotam a nuvem, como ferramentas do Google Worskpace para automatizar os processos burocráticos. Deixando o acesso mais fácil a tudo que for necessário, desde documentos, apresentações, conteúdos e etc.


3. Evite distrações


Evitar distrações e estar concentrado no que você precisa executar é fundamental no mercado de trabalho. Gestores e profissionais de RH vivem com agenda cheia de tarefas e não estar focado diariamente impacta diretamente nos resultados.


A administração ou gestão do tempo no trabalho tem uma influência completa em entregas no prazo, qualidade de execução das tarefas e sucesso nas estratégias. Quem posterga trabalho acaba atrapalhando o funcionamento de toda a empresa, pois atrasa toda uma equipe.


Portanto, se concentre e não se distraia. Evite ficar respondendo mensagens no celular, atendendo ligações pessoais ou postando nas redes sociais no horário de trabalho. E esse cenário de desperdício é comum.


Uma pesquisa do site salary.com revelou que mais de 60% dos profissionais admitem que perdem tempo no trabalho, sendo entre 1h ou até absurdas dez horas semanais perdidas. Confira abaixo os dados da pesquisa.


  • 39% perdem 1h por semana em questões que não tem a ver com o trabalho;

  • 29% perdem 2h por semana em questões que não tem a ver com o trabalho;

  • 21% perdem 5h por semana em questões que não tem a ver com o trabalho;

  • 3% perdem 10 ou mais horas por semana em questões que não tem a ver com o trabalho.


4. Automatize os processos


Uma boa maneira para os profissionais de RH organizarem seu próprio tempo é se renderem a tecnologia. Com a evolução do mercado, quanto mais automatizado e otimizado for o dia a dia da empresa, mais tempo ela terá para se dedicar a execução das tarefas prioritárias.


O próprio Google, por exemplo, é uma ótima ferramenta para administração do temo no trabalho. Atualmente, além do Gmail, ele oferece o Google Agenda e o Google Tarefas, onde você pode integrar tudo em um só lugar, de forma rápida e fácil.


Dessa forma, fica ainda mais simples, para RH e gestores dispararem tarefas para a equipe, eventos, reuniões e qualquer outra necessidade do dia a dia da empresa. Inclusive determinando prazos e dando direcionamentos do que deve ser executado.


Outra possibilidade é assinar um software de gestão. Com ele, é possível colocar em um só lugar todos os trabalhos e dispostos para que toda a equipe possa acessar. Por meio desta plataforma, o gestor insere as tarefas e demandas, sobe arquivos de referência e constrói um fluxo de trabalho. Determinando prazos e podendo ainda visualizar o tempo gasto na atividade por parte de cada profissional.

Acesse nossa página da Rheis Connecting, na aba Gestão de Tarefas/Processos para acessar os melhores softwares de gestão.

5. Peça ajuda se for necessário


Dica importante para os profissionais de RH: “não abracem o mundo”. Muitos profissionais acreditam que aceitar todas as tarefas e assumir as demandas da empresa, por completo, é uma demonstração de pró-atividade, mas essa é uma decisão perigosa.


Profissionais que querem assumir tudo, acabam não conseguindo fazer nada bem a quantidade de tarefas que tem em mãos. E isso pode acarretar diretamente no fracasso dos resultados da sua empresa.


Uma boa administração do tempo no trabalho está intimamente ligada à eficiência, e isso também quer dizer que é preciso pedir ajuda quando necessário. Não hesite em dizer não quando for preciso.


Se sobrecarregar no dia a dia da empresa pode ser uma demonstração de que você não tem habilidade para delegar tarefas ou para trabalhar em equipe. Portanto, é importante que você tenha a capacidade de reconhecer seus limites para evitar atrasos e trabalhos mal executados por falta de tempo.


6. Contemple períodos de descanso


Gerindo inúmeros colaboradores e equipes, os profissionais de RH e os gestores precisam prever períodos de descanso ao longo do dia para manter a alta produtividade.


Um estudo da empresa Buffer revelou que o cérebro humano consegue se concentrar continuamente por 90 a 120 minutos. Ou seja, para manter a sua criatividade e produtividade o ideal é fazer uma pausa após esse tempo para renovar suas energias e não deixar cair o alto desempenho.


A pesquisa recomenda inclusive para enxergar e planejar o dia com períodos de 90 a 120 minutos em vez de olhar para o tempo total de 8 a 10 horas que você passará no trabalho. Dessa forma, há maior facilidade para executar as tarefas que você planejou para o dia.


O que faz você perder seu tempo?


Antes de listar os chamados “ladrões do tempo”, é fundamental definir o que significa perder tempo. Uma perspectiva interessante é considerar o desperdício desse recurso com tarefas inúteis, triviais ou até prejudiciais, como fofocas.


Pausas, momentos de lazer ou descanso não são desperdício de tempo – a menos que você faça pausas excessivamente, utilizando-as para procrastinar. O segredo para aproveitar melhor o tempo é minimizar os desperdícios e se dedicar a atividades úteis e prazerosas.


Listamos, a seguir, três dos principais “ladrões do tempo”, que você deve evitar:


Desorganização


A desordem torna difícil manter ou mesmo enxergar o foco e, quando perdemos o foco, perdemos tempo. Evite construir pilhas e pilhas de papel na sua mesa de trabalho. Você pode começar descartando tudo o que é dispensável e organizando documentos importantes em pastas.


Guarde os arquivos em gavetas com etiquetas no topo de cada um, se possível.

O importante é manter a organização do ambiente. Logo você perceberá que não está mais gastando tempo com buscas desnecessárias e poderá dedicar esses períodos para atividades prazerosas.


Procrastinação


Procrastinar significa adiar ou atrasar algo que precisa ser feito.

Pode ser qualquer coisa, desde uma tarefa em casa até um projeto importante no trabalho.


As pessoas procrastinam por inúmeras razões, como a falta de autoconfiança, a natureza complexa da tarefa ou, simplesmente, a falta de interesse ou foco. Seja qual for o motivo, a gestão do tempo pode eliminar a procrastinação e suas consequências negativas.


Incapacidade de dizer não


Como mencionamos acima, muitas pessoas têm dificuldade em dizer não quando alguém pede seu auxílio, o que acaba gerando conflitos com sua própria agenda de afazeres.


É ótimo ser uma pessoa colaborativa e engajada, mas é preciso ter em mente as suas prioridades, e isso implica em dizer “não” quando algum pedido atrapalhar seus planos.

Caso você concorde em assumir uma nova tarefa, o ideal é negociar um prazo que possibilite ajudar o colega sem sacrificar o seu planejamento.


Como economizar tempo? 3 Sugestões de Métodos


Embora essa expressão seja bastante utilizada, não há como realmente “economizar” o tempo. Afinal, um dia tem sempre 24 horas, 60 minutos fazem uma hora, há 60 segundos em um minuto; isso nunca muda.


O que você pode fazer é controlar onde e como gasta o seu tempo e tomar medidas para reduzir ou eliminar os desperdícios. Para ajudar nessa tarefa, selecionamos três métodos de gestão de tempo eficazes (e populares) para aproveitar ao máximo o tempo disponível e aumentar sua produtividade. Confira detalhes abaixo:


1. Método GTD


Getting Things Done (GTD) ou, em tradução livre, “Fazer Acontecer”, é um método desenvolvido por David Allen e discutido em seu livro de 2001, que recebeu o mesmo título.


Basicamente, a técnica consiste em cinco etapas que permitem debater suas atividades e transformá-las em uma lista de tarefas simples:


  1. Recolher: anotar todas as tarefas que vêm à mente

  2. Esclarecer: determinar se a tarefa é acionável e se ela possui etapas concretas que você pode definir e seguir

  3. Organizar: adicionar essa atividade a um calendário ou a uma lista de tarefas

  4. Refletir: de tempos em tempos, revise suas tarefas: Qual é o próximo passo para a tarefa? Você realmente precisa finalizá-la esta semana?

  5. Fazer: por fim, basta começar a trabalhar. Ao contrário de outras dicas, que aconselham realizar as tarefas difíceis ou desagradáveis ​​primeiro, o GTD sugere que você tente completar os afazeres de acordo com o contexto, à medida em que eles surgem.


Uma das vantagens desse sistema é que você pode começar onde quer que esteja, mesmo se houver uma pilha enorme de atividades atrasadas. Só é preciso escolher qualquer dessas atividades e aplicar o GTD.


2. Método Pomodoro


Francesco Cirillo foi o primeiro a cunhar esta técnica de gestão do tempo, na década de 1990. A inspiração para o nome veio do timer de cozinha em forma de pomodoro (tomate, em italiano) que ele usava para medir seu próprio progresso.


O método envolve a divisão do trabalho em intervalos cronometrados de 25 minutos, separados por intervalos mais curtos de 5 minutos de descanso. Concentre-se completamente no seu trabalho durante esse tempo. Após 4 ciclos de 25 minutos trabalhados e 5 minutos de intervalo, faça uma pausa maior de 20 minutos.


Então, repita o processo até terminar o projeto ou o seu dia de trabalho. O tempo de trabalho fixo fornece mais chances de se concentrar e as pausas regulares ajudam a eliminar o desgaste e melhorar o desempenho.


3. Método Kanban


O método Kanban é uma técnica de gestão do tempo que oferece uma representação visual clara de todo o trabalho a ser executado e ajuda você a acompanhar e controlar o progresso dos seus projetos.


A técnica foi desenvolvida na década de 1940, no Japão, por Taiichi Ohno. Ele a inventou para que posse aplicada na Toyota Automotive, a fim de aumentar a produtividade da empresa na fabricação de automóveis.


O processo é simples. Você pode usar um software próprio, um quadro branco e notas adesivas ou até mesmo uma caneta e papel. O primeiro passo é determinar o número de estágios em seu projeto ou tarefa, criar as colunas e ir movendo as tarefas por elas de acordo com o andamento da atividade.


Por exemplo, você pode criar quatro colunas da seguinte forma:


  1. Demandas: a partir de um brainstorming, você define todas as tarefas que precisa completar. Em seguida, decide quais delas devem ser movidas para a coluna “Para fazer” e quais tarefas podem aguardar.

  2. Para fazer: estas são as tarefas em que você vai trabalhar

  3. Em andamento: tarefas em que você está trabalhando atualmente

  4. Concluído: tarefas finalizadas.


O interessante é que você pode dividir o projeto em tarefas pequenas e gerenciáveis ​​e acompanhar o progresso de maneira visual.


BÔNUS: A Tríade do Tempo


A Tríade do Tempo é uma das metodologias mais conhecidas e utilizadas para medir a produtividade de um profissional. Trata-se de um processo inovador de planejamento pessoal, que ajuda o indivíduo a organizar sua vida e, dessa forma, se tornar mais produtivo e ter um dia a dia mais equilibrado.


Além de ser uma das ferramentas de Coaching Pessoal mais utilizadas, o conceito da tríade foi criado por Christian Barbosa, um dos maiores especialistas em gerenciamento de tempo e produtividade pessoal no Brasil. Para você ter ideia da grandeza deste conceito, ele é utilizado, inclusive, na Great Group, empresa referência em Consultoria e Gestão Empresarial.


O objetivo da Tríade do Tempo é conseguir conciliar e manter a harmonia e o equilíbrio entre a família, o trabalho e o lazer. Ela faz com que o tempo que você vai gastar nestas três esferas da vida sejam redistribuído, para que consiga alcançar resultados cada vez mais satisfatórios ao aplicar o método, tanto na vida pessoal quanto profissional.


Barbosa lançou, em 2012, um livro que aborda, de forma ampla, o conceito e o emprego da metodologia. Na obra, o autor diz que “as três esferas, juntas, compõem toda a forma como você utiliza seu tempo. A principal diferença desse modelo em relação à matriz é que, aqui, as esferas da importância e da urgência nunca acontecem simultaneamente. Não há interseção das esferas.”


Sabendo o quanto o gerenciamento do tempo é fundamental para alcançar o sucesso, a metodologia da Tríade do Tempo considera que este pode ser dividido em três esferas: importância, urgência e circunstancial. Entenda cada uma delas a seguir:








Como a Tríade do Tempo é dividida


Esfera da Importância


Está diretamente relacionada às atividades que nós realizamos e que são relevantes em nossas vidas. Que trazem resultados em curto, médio ou longo prazo. Em geral, as coisas importantes têm prazos de execução, porém nunca são urgentes. As atividades importantes proporcionam prazer ao serem executadas, sendo que a maioria delas é espontânea.


Esfera da Urgência


Esta esfera abrange todas as atividades para as quais o tempo está curto, no limite ou já se esgotou. São as exigências que chegam em cima da hora e que não podem ser previstas. Em geral, acabam trazendo pressão e estresse.


Esfera Circunstancial


Diz respeito às atividades desnecessárias, por serem consideradas apropriadas pela sociedade, excessivas ou sem resultados. São os gastos inúteis de tempo, como as horas a mais na cama, checar várias vezes por dia as redes sociais e demais atividades feitas por comodidade. Elas não trazem resultados e há alto potencial para gerar apenas frustrações.


Cada pessoa possui uma Tríade do Tempo diferente das outras. Dessa forma, o tempo dedicado a cada esfera e o tamanho delas, também será responsável por definir cada caso. É comum que algumas pessoas possuam a esfera de urgência maior, enquanto outras consideram a de importância e, outras, a circunstâncial é na qual está sendo gasto mais tempo, fazendo com que ela esteja no comando da sua vida.


Outros fatores como idade, maturidade, condição social, cargo, condição de vida, entre tantos, também são influenciadores sobre o tempo que cada pessoa se dedica à uma esfera específica. Uma dica para iniciar o processo é o autoconhecimento. Isso também fará com que você entenda melhor como e porque sua tríade funciona da forma que está hoje.


Quanto mais você se conhecer, melhor conseguirá entender e, caso acredite ser necessário, fazer as mudanças que acredita serem válidas.


O tamanho de cada esfera


A Tríade do Tempo também é um indicador gráfico de como está sua produtividade pessoal. Uma tríade próxima da ideal deve apresentar, mais ou menos, o seguinte resultado:


  • Esfera da Importância: 70%

  • Esfera da Urgência: 20%

  • Esfera Circunstancial: 10%


Em uma pesquisa realizada por Christian Barbosa, entre 2005 e 2008, o especialista descobriu que:


  • A tríade feminina é, normalmente, dividida da seguinte forma: 44,39% – urgente; 30,99% – importante; 24,62% – circunstancial.

  • A tríade masculina, comumente, é composta assim: 36,73% – urgente; 35,47% – circunstancial; 27,80% – importante.



Como eu disse mais acima e como é possível perceber, através da pesquisa, as pessoas têm dedicado mais tempo à esfera da urgência, do que à esfera da importância. Isso acontece, pois, infelizmente, acabamos deixando nossas atividades para a última hora, o que faz com que tenhamos que lidar com tudo ao mesmo tempo e fiquemos, ao final de cada semana, cansados e estressados.


Para que serve a Tríade do Tempo?


Uma das principais funções da Tríade do Tempo é fazer com que as pessoas consigam se delegar atividades diárias, de maneira que sua rotina seja menos estressante e desgastante. Para que consigam viver com mais tranquilidade e, consequentemente, obtenham resultados concretos a partir das ações cotidianas.


Através da Tríade, ocorre a descoberta do que é realmente importante, do que deve ser mantido e do que deve ser descartado. Assim como sobre o que pode ser delegado e o que precisa ser recusado.


Aplicando a metodologia, é possível estabelecer objetivos e metas a serem seguidas em um caminho que dará rumo à sua vida. Percebendo quais são as ações necessárias para alcançar o que tanto almeja, assim, aumentando sua produtividade e gerando mais tempo para que viva aquilo que realmente é importante.


Por exemplo, você deseja voltar a estudar, fazer uma pós-graduação ou, mesmo, outra faculdade. Mas esse é um objetivo que acabou ficando em segundo plano por causa da falta de tempo. A metodologia da Tríade do Tempo vai poder te ajudar a perceber que, na verdade, existe tempo suficiente, mas boa parte dele está sendo utilizado de forma inadequada, improdutiva.


Como colocar a Tríade do Tempo em prática


Basicamente, esse método possui cinco fases básicas que devem ser colocadas em prática, de maneira ordenada e sequencial, para que você consiga obter os resultados mais positivos possíveis. Cada uma delas tem como objetivo atender diferentes necessidades no planejamento de produtividade pessoal, além de conter uma série de etapas.


1 – Identidade


Nessa etapa acontece a reflexão, momento em que é preciso olhar para dentro de si. Ela fase serve como um espelho para autoanálise. E é por isso que o autoconhecimento é tão importante. Porque, como eu disse anteriormente, quanto mais você se conhecer, mais fácil será identificar os erros. Lembrando que, é preciso ser extremamente sincero consigo mesmo.


2 – Metas


Você sabe o que, de fato, são metas? Elas são tarefas específicas atreladas aos objetivos. São temporais e possuem prazos específicos para acontecerem. Por exemplo, se você tem o objetivo de ficar rico, sua meta será traçar meios que te levem à riqueza. E como você vai fazer isso, só depende de você.


Quando as metas são atingidas você consegue alcançar seus objetivos. A pequena diferença entre metas e objetivos – terminologias que as pessoas confundem muito facilmente, está em os objetivos serem onde você quer chegar, enquanto as metas são especificações dos mesmos, como você fará para chegar lá.


Em relação à Tríade do Tempo, depois de fazer sua auto-análise, é chegada a hora de transformar seus sonhos em realidade. É aqui que você começa a traçar suas metas. Afinal de contas, quem não tem metas vive de objetivos inalcançáveis, muitas vezes impostos por outras pessoas.


3 – Planejamento


É um “esqueleto” dos caminhos que vão te conduzir a atingir suas metas. Através do planejamento você será capaz de definir cada etapa de cada meta para alcançar seu objetivo. Ir em busca de um objetivo sem planejamento, gera estresse porque, praticamente, tudo o que acontece é imprevisto por você.


4 – Organização


Manter prazos pode ser algo difícil para muitas pessoas. Mas quando há organização e cumprimento das tarefas, a produtividade e o tempo livre também aumentam. Se organizar é um passo indispensável para iniciar qualquer projeto, seja pessoal ou profissional.


5 – Execução


É aqui que todas as etapas mencionadas acima vão se juntar. A autoanálise é exposta, as metas começam a ser cumpridas, o planejamento é colocado em prática e a organização aumenta sua produtividade, assim como seu aproveitamento do tempo.


Lembre-se: nada acontece em curto prazo. Não adianta tentar colocar a carroça na frente dos bois, porque a única pessoa que vai ser prejudicada com o “desespero desplanejado” vai ser você. Execute bem as etapas da Tríade, realize as tarefas de maneira segura e com persistência para que sejam sempre concluídas.


Modelos de Tríade do Tempo que você precisa tomar cuidado


Tríade do Super-Homem


Possui a esfera da urgência maior do que as outras. Pessoas que se encaixam nesse modelo são aquelas que estão sempre resolvendo crises e problemas que aparecem inesperadamente todos os dias.


A segunda maior esfera desse modelo é a circunstancial, já que após picos de estresses chega a exaustão. E essa é uma forma de se desligar de tudo e todos. Consequentemente, sobra pouco tempo para realizar as atividades importantes. Se você se encaixa nesse modelo, comece a prestar mais atenção e reflita sobre o seu comportamento.


Se você não conseguir priorizar as tarefas que são importantes, vai acabar – ou já está – deixando de lado o cumprimento dos seus objetivos de vida. Realizando ações que em nada vão ajudar sua carreira ou mesmo suas realizações pessoais.


Tríade Homer Simpson


É quando as pessoas possuem a esfera circunstancial maior do que as outras. De acordo com Christian Barbosa, essas pessoas são consideradas “escravas do destino”. São pessoas que vivem o que acontecer no momento, não buscam algo melhor para si mesmas.


Geralmente, as pessoas desta tríade não possuem sonhos nem coragem de lutar, já que deixam as circunstâncias as dominarem. Caso você acredite que esse é o seu tipo, planeje mudanças. Não deixa a vida te levar. Leve a vida! Construa seu caminho, defina seu grande objetivo pessoal e profissional, elabore metas diárias.


Tríade O Equilibrista


É quando as esferas circunstancial e urgente são de tamanhos bastante parecidos. Acredite, boa parte das pessoas passam a vida dessa forma. Se equilibrando entre as urgências e circunstâncias. É muito difícil para elas dizerem “não” e raramente têm algo planejado.


Para quem se encaixa nesse perfil, uma dica: lembre-se de que, sem estabelecer sua base, a vida vai te levar por qualquer caminho e você não terá qualquer direito de reclamar, uma vez que não tomou as rédeas do seu destino.


Aproveite para mudar essa situação enquanto há tempo. Diminua o tempo que você gasta com atividades que não trazem resultados nem satisfação. Ao invés delas, insira – aos poucos – atividades que são importantes para você alcançar seus objetivos de vida.


Tríade Ideal


É aquela em que a maior esfera é a da importância. Isso porque é a partir dela que você será capaz de desenvolver metas e meios de alcançar seus objetivos. É não perdendo tempo, nem fôlego, com o que nada traz de relevante para a sua vida, que você vai chegar aonde tanto deseja.


Siga a metodologia proposta pela Tríade do Tempo. Mantenha sua vida baseada naquilo que é verdadeiramente essencial para sua vida. A RHEIS Consulting em seus processos de desenvolvimento pessoal realiza várias análises e dentre elas mapeia como o indivíduo faz sua gestão do tempo. Consulte-nos.


Faça o download abaixo da aplicação desta ferramenta Gestão do Tempo.

Matriz_de_gestao_do_tempo
.pdf
Download PDF • 328KB




Sugestão de Livros:


263 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Quero Ensino Logomarca PNG.png

Cursos EAD reconhecidos pelo MEC com 50% OFF.

 
bottom of page