top of page

A Importância do Mapeamento das Pessoas para o Treinamento Corporativo

Quanto um treinamento ganharia em impacto e eficácia, se conhecêssemos exatamente os pontos fortes e as áreas com potencial de desenvolvimento de cada indivíduo?


Quanto maior a acurácia de uma avaliação ou análise dos participantes, maior sua capacidade de identificar as características únicas de uma pessoa. Com isso, fica mais fácil treiná-la, comunicar-se com ela e tocar seu coração.


Imagine um grupo de 100 colaboradores participando de um treinamento obrigatório. Normalmente a sessão começa com cada participante sendo solicitado a se apresentar; ou, então, o instrutor se apresenta e começa a discorrer sobre seu material. Tudo o que se exige dos ouvintes é, basicamente, sua atenção passiva e sua presença.

Leia também: O que é DISC?

Se forem obrigados a fazer um teste no final, é provável que os colaboradores prestem apenas a atenção necessária para passar. Quantas dessas pessoas vão se sentir envolvidas no processo? Segundo uma enquete do instituto Gallup em 2013, em todo o mundo, apenas 13% dos empregados sentem-se comprometidos com o trabalho. Sendo assim, é provável que apenas 13% dos participantes do treinamento (talvez aqueles sentados na primeira fila) estejam ativos e motivados.


Agora, imagine-se que, antes do treinamento, o mesmo grupo de 100 colaboradores passou por uma avaliação pessoal. Nelas, receberam um relatório bastante detalhado, com explicações e informações bastante acertadas sobre:

  • Quem eles são.

  • Como agem.

  • Por que agem dessa maneira.

  • Quais habilidades eles possuem.

  • Que habilidades precisam desenvolver.


Supondo que essas avaliações tenham o mesmo grau de exatidão mencionado anteriormente, dá para imaginar o nível de envolvimento do grupo. É possível que 94% dos participantes se sintam compreendidos e engajados e, com isso, estimulados a aprender mais.


Além disso, por terem tido uma oportunidade de conhecer melhor a si próprios (um dos assuntos favoritos para a maioria das pessoas), a impressão que passam a ter do líder do treinamento é de alguém que se preocupa com os participantes, que busca conhecer seus estilos comportamentais e atender às suas necessidades individuais. Muito provavelmente, esta plateia terá uma atitude de abertura, vontade de aprender e maior comprometimento.


Além de demonstrar o grau de precisão das avaliações, pesquisas comprovam ao usar múltiplas avaliações, é muito mais eficaz que usar apenas uma, como defendem outras empresas concorrentes. Antes de nossas pesquisas serem realizadas, havia uma crença generalizada de que apenas uma avaliação geral poderia dar resultados tão precisos quanto de várias delas usadas em conjunto.

A RHEIS Consulting possui instrumentos de mapeamento de análise comportamental, motivadores, competências, QE e outros que poderão lhe ajudar em treinamentos e desenvolvimento do Pessoal de sua empresa. Consulte-nos.


 

Sugestão de Livros:

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page