top of page

O que é Assessment

A identificação de pontos fortes e pontos fracos no comportamento dos indivíduos é parte essencial de um processo de Coaching, treinamentos corporativos, desenvolvimento pessoal etc. É preciso que o indivíduo ou equipe tenha um autoconhecimento cada vez maior para evoluir nos aspectos que o levarão até o seu estado desejado.


Um dos métodos usados para isso é o assessment, também muito comum nos processos seletivos das organizações, já que é uma das melhores maneiras para se identificar talentos.

A palavra “assessment” pertence à língua inglesa e significa avaliação, ou seja, é uma ferramenta para análise, no caso, de perfis comportamentais em diversas situações, principalmente quando o foco é o desenvolvimento pessoal ou profissional da pessoa avaliada.


O assessment é derivado de outro tipo de análise de perfil, o famoso teste DISC, e pode usar outras ferramentas de avaliação comportamental ou métodos próprios desenvolvidos pelos profissionais das áreas de coaching, psicologia e recursos humanos.


O importante é formular um questionário eficaz para avaliar o comportamento do coachee, cliente, membro de uma organização ou candidato a uma vaga de emprego. Esse questionário dura, em média, 8 a 20 minutos e pode ser aplicado por métodos simples como papel e caneta ou por meio de algum site ou aplicativo.


O indivíduo avaliado deve responder sozinho, sem a interferência do aplicador, que terá o papel de apenas interpretar o resultado e discutir com o seu avaliado.


Quais são os benefícios do Assessment?


A aplicação de uma avaliação do tipo assessment pode ser muito vantajosa em uma sessão de coaching individual, no coaching em grupo e também para o processo voltado para equipes de trabalho.


No caso da avaliação para um cliente que está passando por sessões de coaching individual, com um objetivo bem específico, o benefício do assessment para esse coachee é o de autoconhecimento.


Depois de ter o resultado da sua avaliação de perfil comportamental, o cliente atendido poderá entender melhor quais são os seus pontos fracos que podem interferir na sua caminhada rumo ao estado desejado. E, claro, também terá consciência das suas qualidades e habilidades que o ajudarão a superar as dificuldades e a atingir o seu objetivo final.


A partir desse resultado, pode-se traçar uma estratégia para que o coachee use seus próprios pontos fortes para eliminar crenças limitantes, medos, travamentos e outros empecilhos comuns que surgem durante a sua jornada.


No coaching em grupo o assessment pode ser muito vantajoso para que os membros desse grupo possam ajudar uns aos outros nas suas dificuldades. Por exemplo, aqueles que possuem um perfil mais corajoso podem dar força aos que possuem fobias e dificuldades em encarar desafios.


Para os participantes do coaching de equipe, o assessment traz diversos benefícios para a harmonia e desenvolvimento do trabalho em conjunto. Por meio do questionário de avaliação aplicado, é possível definir quais talentos são os melhores para cada atividade do projeto em que estão trabalhando.


Essa definição de habilidades individuais aumenta a probabilidade de sucesso no trabalho em equipe também por diminuir as chances de conflitos entre colegas de trabalho, à medida que cada um conhece mais o outro e entende como funciona o seu perfil comportamental e a sua maneira de se relacionar.


E aí, você ou a sua empresa já aplicou o assessment em processos de desenvolvimento pessoal e profissional?


Nós, a RHEIS Consulting possui assessments de alta tecnologia e confiabilidade presentes em mais de 90 países que mapeiam perfis comportamentais, motivadores, competências, inteligência emocional, liderança, equipes e dentre outros tipos de instrumentos. Nossos instrumentos possui índices entre 0.89 a 0.92 de confiabilidade na escala de Alfa de Cronbach¹; e esporadicamente nossos instrumentos são auditados por empresas independentes dos EUA. Contate-nos.


 

¹Mede a correlação entre respostas em um questionário através da análise das respostas dadas pelos respondentes, apresentando uma correlação média entre as perguntas, ou seja mede a confiabilidade de um teste. O coeficiente aceitável, recomendável ou quase perfeito é a partir de 0.80.


Sugestões de Livros:


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page